Um oriental sexy

6 dez

Eu o conheci no Twitter como muitos dos meus antigos amigos. Ele era de outra cidade , casado, com filhos. Éramos grandes amigo que conversávamos sobre tudo.
Eu já havia tido experiências com orientais e pra ser honesta todos haviam sido muito sem graças .

Um dia ele me mandou uma mensagem dizendo que iria vir a minha cidade porque teria um curso de pintura e ele achava que seria super interessante esse curso , por isso já havia comprado passagem e escolhido um hotel para ficar nessas duas semanas.

Eu fiquei super feliz, finalmente iríamos nos conhecer. Eu confesso que achava ele atraente , mas nunca imaginei nada com ele. Pra ser sincera eu o admirava pois ele tinha a vida que eu estava lutando pra conseguir. Um bom emprego, um grande amor e os frutos desse amor : uma família. Eu o respeitava muito por tudo isso e por ainda ter tempo pra conversar comigo.

Enfim, sai mais cedo do trabalho para buscá-lo no aeroporto, quando ele chegou já veio me abraçando, beijando minhas bochechas. Zero timidez , afinal éramos amigos a mais de 4 anos.
Fomos para o hotel que coincidentemente era a 10 minutos da minha casa e não tínhamos noção disso até chegarmos nele. Fiquei feliz, poderíamos jantar todas as noites juntos. Durante o dia eu trabalharia e ele faria o curso.

Subimos para o quarto dele , ele deu uma arrumada nas roupas para não amassar, sentei na cadeira e ficamos conversando enquanto ele arrumava, estava muito quente e resolvi chamar ele pra um banho de piscina na minha casa. Ele ficou tímido e disse que não tinha sunga ou shorts, respondi que poderíamos comprar um no caminho, inclusive minha loja favorita era no caminho . Fizemos então um pacto: ele escolheria um bikini para eu usar e eu escolheria uma sunga/short pra ele.

Na loja foi super divertido fiz ele provar uns shorts ridículos , umas sungas micro, e no final escolhi uma sunga que tinha as laterais grossas , quase um short, branco. E até as vendedoras comentaram como ele estava sexy com a nova sunga. Comigo não foi diferente, primeiro ele me fez vestir um maio de tigresa , achei ridículo, não uso maio nem pagando, muito menos animal print. Depois foi um bikini de vovó ( nem retrô eu pude chamar o troço feio) que a calcinha batia quase nos meus seios. As vendedoras estavam se divertindo as minhas custas. Ai resolveu me fazer ficar quase nua com todo tipo de fio dental, e eu já constrangida com as vendedoras falando o quanto meu bumbum ficava sexy neles. Eu já estava cansada de tirar e colocar bikinis e maiôs quando ele surgiu com um lindo que não era minúsculo ou gigante, e era arco íris . Me apaixonei por ele, experimentei e adorei. Enquanto vestia minha saia e blusa ele pagou pela sunga e por meu bikini sem me falar. Quando sai as vendedoras falaram para eu não deixar meu “namorado ” escapar, pois além de divertido ele era um cavalheiro. Eu ri e fui encontrá-lo tomando sorvete na esquina.

Contei pra ele sobre o que as vendedoras falaram e rimos muito da situação.

Chegamos na minha casa, trocamos de roupa e fomos relaxar na piscina. Conversamos a tarde toda e pegamos uma corzinha.

Fui para meu quarto tomar banho e me arrumar para jantarmos, coloquei um vestido leve pois eu havia tostado um pouco no sol e estava com calor, fomos pro hotel dele e esperei ele tomar banho e se arrumar , sentada na outra cama de solteiro que tinha no quarto dele.

Ele não pegou a roupa e levou pro banheiro, então de repente ele saiu do banheiro só com a toalha amarrada na cintura e pela primeira vez eu notei o quão sexy ele era. Na piscina estávamos nadando e conversando, então nem havia reparado. Mas dessa vez eu reparei e sem querer meus olhos foram parar no volume dentro da toalha. Ele percebeu e ficou sem graça, mas ao mesmo tempo o volume pareceu aumentar.

Ele pegou a roupa e voltou pro banheiro, então começamos a conversar novamente sobre assuntos aleatórios . Jantamos sem falar nada sobre a toalha e meu olhar. Ele estava animado com o dia seguinte, começaria o curso. Conversamos muito e aprendi muito sobre pintura. Ficou tarde e achei melhor deixá-lo no hotel e ir dormir.

No dia seguinte eu iria trabalhar. Dormi quase instantaneamente, porém sonhei a noite toda com ele , transando em todos os lugares da minha casa. Pra piorar passei o dia molhada pensando em beijá-lo , senti-lo me penetrando com carinho. Ele me mandou algumas mensagens eu não sabia se respondia ou não. Minha cabeça estava uma loucura.

Cheguei a cogitar não jantar mais nenhum dia com ele pra evitar que algo acontecesse. Mas acabei decidindo enfrentar de frente. Peguei ele no curso e fomos jantar. Foi muito bom ! Conversamos muito sobre o curso e nem lembrei do sonho quando ele sugeriu continuarmos essa conversa no quarto dele.

Entrei , ele ofereceu Amarula . Eu aceitei e ele tomou uma taça de vinho. Já eram quase 11h da noite quando ele olhou pra mim e pediu desculpas, eu não entendi nada e perguntei o porque das desculpas.
Ele respondeu que passou o dia pensando em mim após o sonho que ele teve comigo a noite toda. No sonho dele passávamos a noite transando no quarto dele .

Eu já estava na 8 dose de Amarula , quase bêbada não aguentei e perguntei:

– O que você faria se eu te beijasse?

Ele nem pensou ,ele mandou na lata ;
– Eu chuparia sua buceta!

Rimos os dois da loucura da situação. Me levantei para ir embora, ele preocupado com meu estado alcoólico me pediu pra ficar. Eu com medo de não conseguir controlar mais meus desejos argumentei que minha casa estava a apenas 10 minutos do hotel. Ele não deixou eu dirigir, chamou um táxi e acabei deixando meu carro no estacionamento do hotel .

Eu cheguei em casa e apaguei, sonhei com ele mais uma vez e acordei molhada novamente. Olhei meu celular e já havia uma mensagem dele perguntando como eu me sentia. Sorri e respondi que estava bem e perguntei como ele se sentia. Ele disse que a cabeça doía muito e por isso não iria hoje para o curso, iria passear para conhecer melhor minha cidade e visitar os shoppings , combinamos então de nos encontrarmos as oito horas da noite , assim eu teria tempo de ir em casa e tomar um banho.

Confesso que o dia se arrastou, fiquei super curiosa para ver como seria nossa noite , seria a terceira noite, quanta coisa já havia acontecido em apenas três dias. Foquei no trabalho e só pensei no meu amigo oriental sexy na hora em que recebi uma mensagem dele já na hora de ir embora , por volta das 6:30 da tarde. À mensagem dizia :
– Linda ( era a forma que sempre me chamava) , tenho uma surpresa pra você, quando sair do trabalho venha para meu hotel. Te aguardo . Beijos G

Fiquei curiosa e fui direto encontrá-lo no hotel . Ele abriu a porta do quarto de toalha na cintura e tive que mais uma vez me segurar , entrei no quarto e ele falou que tinha um presente para mim, em cima de uma das camas havia uma caixa enorme e uma menor . Fiquei olhando pra ele sem acreditar em como ele ficava incrivelmente sexy com a toalha e na loucura de ter comprado algo pra mim. Ele então foi se vestir no banheiro e falou para eu abrir os presentes e ver se eu gostava, e no caso de eu gostar já tinha uma toalha nova no banheiro para que eu tomasse banho lá mesmo.

Curiosa abri a caixa menor primeiro, era um par de sandálias lindas pretas de salto alto com duas tiras finas de strass . Fiquei sem palavras , como ele sabia o tamanho do meu pé?
Fui então para a caixa maior, abri e lá vi uma calcinha preta de renda com algumas pérolas e fio dental atrás com pequenas pérolas formando um coração onde seria meu laço. Super linda e delicada . Embaixo da calcinha tinha um vestido de seda vermelho de alcinhas lindo. Quando olhei pra ele que nesse momento apareceu lindo ao meu lado com calça social preta , blusa social branca e paletó preto. Perguntei aonde íamos e ele disse que era supresa. Perguntou se eu havia gostado de tudo e eu perguntei o porque de tantos presentes, eram lindos mas eu não merecia tudo aquilo.
Ele sorriu e disse que eu merecia mais, que nossa amizade valia ouro e que ele ficaria muito chateado se eu não aceitasse ou não quisesse usar no nosso jantar . Peguei a caixa grande e fui para o banheiro. A ducha do hotel era maravilhosa e eu estava super excitada com tudo . Quase me masturbei no chuveiro para me acalmar , então pensei no quanto eu era ridícula, imaginando que esse oriental delicioso faria algo comigo. Nós sempre provocamos um ao outro, mas sempre foi apenas isso.

Terminei o banho, coloquei a calcinha nova, que me vestiu perfeitamente. Tentei imaginar como ele podia saber meu tamanho e cheguei à conclusão de que ele devia ter prestado atenção quando compramos o bikini . Coloquei o vestido , e fiquei sem palavras. O vestido ressaltou minhas novas marquinhas de sol. O decote do vestido não era profundo, mas era o suficiente para deixar qualquer um com vontade de me ver abaixando por algum motivo . Deixava meu colo totalmente a mostra e mostrava um pouco do formato dos meus seios . O vestido era soltinho então as pérolas não marcaram no tecido.
Fiz um coque no meu cabelo deixando a minha tatuagem de nota musical na nuca a mostra. Na bolsa havia um batom vermelho que passei em meus lábios. Por fim coloquei a delicada sandália em meus pés . Ainda um pouco nervosa fui encontrá-lo do lado de fora do banheiro e ao ver o rosto dele pude ver que não era imaginação minha ( eu me sentia linda) ele concordava comigo . Perguntei então aonde íamos e ele me pediu para ter calma , ainda faltava algo em mim. Respondi que eu estava usando tudo o que ele havia me dado e ele respondeu que quase tudo, mandou que eu fechasse os olhos, e colocou um colar em meu pescoço e brincos em minhas orelhas . Quando abri meus olhos quase cai dura. O colar era algo simples mas incrivelmente lindo. Era um colar de prata com uma pérola em formato de coração que ficou perfeito acima dos meus seios, os brincos eram no mesmo formato uma linha prata com uma pérola em formato de coração na ponta .
Eu não acreditei no que estava acontecendo, sorri e o abracei agradecendo por todos os presentes, ele segurou minha cabeça com carinho e ambas as mãos e me beijou.
Ele tinha lábios tão macios e tão gostosos, foi um beijo tão cheio de carinho e tesão que eu cogitei esquecer o jantar e empurrá-lo para a cama .

Ele me conhecia tão bem que parecia que tinha lido meus pensamentos, porque em seguida parou de me beijar e disse que chegaríamos atrasado no restaurante. Sorri, retoquei o batom e fomos. O restaurante era super chique, eu nunca havia ido lá .
Ele me conhecia tão bem que nem escolhi bebidas , ele pediu e acertou em cheio.
Bebemos, jantamos, comemos sobremesa , conversamos muito sobre diversos assuntos, menos o assunto que não saia da minha cabeça : o que significava o beijo, as roupas, o que ele queria de mim afinal ?!

Fui ao banheiro , era um banheiro amplo muito bonito ,mas para apenas uma pessoa por vez ir, havia um espelho grande em uma das paredes, uma pia de mármore e o local para se fazer xixi .

Quando estava saindo do banheiro dei de cara com ele me esperando. Me empurrou para dentro do banheiro e disse que precisávamos ter uma conversa séria, fiquei preocupada e olhei nos olhos puxados para tentar ler algo dos pensamentos dele. Não adiantou nada, eu não fazia ideia do que estava acontecendo.

E antes que eu me desse conta ele colocou uma mão em minha nuca e me deu um beijo cheio de tesão, esqueci do mundo após o beijo. Só me concentrei nele.
Ele foi para meu pescoço, beijando, mordendo, me fazendo gemer baixinho, louca pra que ele não parasse . Então escuto um sussurro me falando o quanto era bonita, o quanto ele se controlou, o quanto ele me desejava. Eu o abracei fazendo com que nossos corpos colassem enquanto ele continuava hora beijar minha boca, hora beijava meu pescoço.
Sinto uma carícia no seio direito com uma das mãos , a seda é muito fina , mostra em segundos os meus mamilos duros de tesão com o toque. Ele então coloca as alças do vestido de lado e o vestido desliza por meu corpo me deixando nua, ele aproveita e beija meu pescoço novamente e desce para meus seios. Os lábios encontram meu mamilos e meu gemido já não é mais tão baixinho. Ele morde, lambe, chupa com tanto tesão que eu só penso em sentir ele dentro de mim. Ele lendo meus pensamentos novamente e com a boca no outro seio toca minha pepeca por cima da calcinha nova, a calcinha fica encharcada em minutos, ele então coloca a calcinha de lado e continua a massagear meu clitores até ficar durinho .
Me encosta na parede que tem o espelho , tira minha calcinha e explora minha grutinha com a boca macia , coloca uma perna no ombro pra facilitar , meu mel lambuza o rosto dele .
Estava tão gostoso, ai ele colocou uma mão no meu bumbum forçando minha buceta a ficar ainda mais próxima ao rosto e isso me deixou ainda mais excitada , não aguentava mais, gozei muito gostoso na boca dele.
Ele então me virou e me fez apoiar no espelho e ver pelo espelho tudo o que ele estava fazendo .
Ele então começa a esfregar o pau já incrivelmente duro na entrada da minha buceta super molhada e recém gozada, super sensível . Eu não aguento, estou louca para sentir ele todo dentro de mim e começo a me mover para tentar colocar ele dentro . O pau dele já está ensopado do meu líquido ele então para ser mau coloca só a cabecinha e tira pra me deixar louca de vontade de ter mais . Faz isso outras 4 vezes e eu estou pronta pra reclamar quando ele enfiou devagar o pau todo dentro da minha buceta. Ela agora está latejando de tesão e maravilhada com a sensação de ter aquele pau delicioso e duro todo dentro dela .
Ele tira devagar e volta a meter devagar dentro me levando a loucura, então coloca as mãos que estavam em minha cintura nos meus seios, acaricia eles hora delicadamente hora com vontade . Me fazendo delirar. Não foi fácil me segurar e não gozar novamente. Dessa vez eu queria com ele.
Uma mão dele volta para minha cintura e a outra vai para meu clitoris , eu já estou fazendo uma tremenda força para não gozar ainda.
Ele então mete mais rápido e forte me fazendo gemer alto com aquele pau me penetrando com tanta vontade e com os dedos em meu clitores que a essa hora triplicou de tamanho devido ao tesão.
Minha buceta começa a apertar o pau dele tentando controlar para não gozar e é nesse momento que escuto o gemido dele mais alto e mais forte e sinto que estamos prontos para gozarmos juntos .
Então relaxo e deixo meu orgasmo vir com toda força , ele também geme alto enquanto o pau dele explode e me inunda, minha buceta se contrai toda excitada com o fato dela estar cheia do gozo dele e dela, misturados . Parece interminável é intenso a sensação de prazer . Ele me abraça por trás e viramos um corpo só , pele com pele, ele ainda dentro de mim, nossos líquidos misturados e escorrendo por minhas pernas.
Ele beijou minha nuca e minhas pernas então começaram a ficar bambas devido à tanto prazer, ele me segurou antes que eu caísse , me ajudou a me limpar , nós nos arrumamos da melhor forma possível e fomos embora para o hotel dele. Dormimos nús na cama pequena dele após fazermos amor novamente. Dormimos juntos todos os dias em que ele ficou em minha cidade, fizemos amor todos os momentos que pudemos .

Anúncios

Na Estrada

1 nov

Eu estava a passeio nesse hotel fazenda quando notei ele me olhando. Estávamos na piscina, eu havia pedido a minha amiga para passar bronzeador nas minhas costas, bumbum e pernas.
Quando minha amiga começou a passar no meu bumbum senti que estava sendo observada e levantei meu olhar do livro e foi aí que o vi.
Ele era moreno, alto, não fazia o meu tipo, mas o olhar cheio de tesão me intrigou.
Continuei a ler meu livro e a pegar sol , porém excitada com o olhar que não saia da minha cabeça.
Pro meu azar fiquei menstruada, e esqueci de trazer absorventes ou ob. Fui na recepção para me informar se havia alguma loja de conveniência no hotel ou se teria alguma farmácia próxima que poderia fazer entrega a domicílio. Infelizmente nenhuma das opções estavam disponíveis, a recepcionista disse que poderia falar com um dos funcionários para que ele me levasse a farmácia mais próxima.
Agradeci e esperei pelo funcionário, qual não foi minha surpresa quando o moreno alto chegou e me mostrou onde estava o carro. Era uma pick-up preta, logo após dar a partida não aguentei e perguntei :

– Você sempre seca as hóspedes?

Ele respondeu na lata :
– Só quando elas são muito gostosas e eu não consigo resistir.

Minha curiosidade me mata! Não aguentei e perguntei:
– Quando foi a última vez em fez algo com uma hóspede ?

Ele parou o carro no acostamento da estrada, olhou nos meus olhos , me puxou e me beijou.

A longo tempo eu não era beijada assim, e a sensação foi tão boa que eu não quis saber!

Sentei no colo dele e continuei a beijá-lo com o mesmo tesão que ele havia me beijado.

Enquanto eu segurava o rosto dele , ele segurava meu quadril, me fazendo mover para frente e para trás. Eu já sentia o pau dele latejando dentro da calça jeans e pra ser sincera eu estava precisando fazer uma loucura.

Abri a calça jeans dele, coloquei o pau grosso pra fora, levantei meu vestido, afastei minha calcinha e senti ele entrar todinho dentro de mim.

Ele então abaixou meu vestido de alcinhas libertando meus seios, sentiu-os com as mãos primeiro e depois com os lábios. Eu estava muito excitada com a situação toda , cavalgava tão gostoso que poderia ficar ali por um bom tempo.

Ele mamava tão gostoso o bico do meu seio que não aguentei e gozei no pau dele enquanto rebolava. Os meus gemidos de tesão devem ter excitado ainda mais ele , porque logo após eu gozar , ele chupou com mais vontade e segurou na minha cintura para meter mais rápido e forte. Não aguentei e gozei novamente. Porém dessa vez ele gozou também.

Sujamos o carro todo e a calça jeans dele toda. Fomos na cidade comprar o absorvente e ob e ao voltarmos , fomos direto para meu quarto para limpar a calça dele e para fazer mais loucuras. Acabamos passando o resto do tempo na cama.

A que quase foi no bar 

24 out

Recebi esse conto do amigo Mr James A.  , gostei muito. Pedi autorização e irei posta-lo ! Espero que gostem também . 

Eu não sei bem o que aconteceu, mas quando dei por mim estava estacionado em frente aquele bar que ela costumava ir. Ela estava, como sempre, com a amiga dela. Era um feriado prolongado, então devia ter poucas pessoas no bar. Saí do carro e fui na direção delas. Ela notou a minha aproximação há poucos metros. Apesar de ter uns meses sem nos falarmos, ela se levantou e veio sorridente me abraçar. Ela estava com um vestido florido (e ela sabe o quanto gosto quando ela usa vestidos) e um batom leve que ressaltava seus lábios. Foi aí que tudo aconteceu muito rápido.


Depois do abraço eu segurei na su​a nuca e a beijei. Aliás, primeiro a beijei e depois a “engoli”. Senti a surpresa em seu corpo e, depois, ela se soltando em meus braços, mole, leve. Sem cerimônias, peguei puxei sua cintura para sentir meu pau duro e ela deu uma suspirada funda. Não me contive e apertei sua bunda com vontade, sentindo sua calcinha minúscula totalmente cavada em sua bunda. Ela não reclamou e acho que simplesmente não nos demos mais conta de onde estávamos. Não desgrudávamos nossas bocas e, quando abríamos nossos olhos apenas olhávamos um ao outro. Meti minhas mão por baixo do vestido e segurei as poupinhas da bunda, levantando. Um dedo deslizou pela calcinha já ensopada, seguido pelo resto da mão.


Em outro lance rápido, virei ela de costas e a apoiei na mesa, com seu rosto colado nela. puxei seu vestido para cima, coloquei sua calcinha de lado. Pincelei a cabeça do meu pau e me curvei sobre ela para afundar meu pau todo na sua grutinha. Ela fechou os olhos e gemeu. Segurei um seio com uma mão e seu ombro com a outra. Meu pau ia cada vez mais fundo, até que senti minhas bolas tocando nela. Ela soltou um gemido alto..estava gozando. Me posicionei atrás dela, segurei sua cintura com ambas as mãos e meti ritmadamente, fundo e rápido. Ela rebolava e gemia. Eu arfava. Ela levantou as costas e empinou mais a bunda. Pôs a mão para trás e puxou a calcinha mais pro lado. Meu pau deslizava ainda mais deliciosamente para dentro dela. 
Nessa hora olhei em volta e as pessoas nos olhavam. Haviam feito um círculo ao nosso redor, de maneira que parecia que estávamos em uma apresentação. Demos a apresentação a eles. Ela começou a rebolar e dizer que ia gozar de novo. Pediu para eu meter mais rápido e gozar com ela. Eu a atendi, porque eu sempre a atendo! Segurei em seus ombros e cravei meu pau fundo sua buceta. Desci as mãos para seus seios e segurando firme bombei meu pau rápido e forte, até que ela disse não aguentar mais e começou a gozar largando seu corpo sobre a mesa. Eu fiz o mesmo movimento e também não aguentando mais, enfiei meu pau o mais fundo que poderia, quase sentindo seu útero e jorrei meu gozo dentro dela. I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL!!!


Abri os olhos e você estava olhando para mim com um sorriso e querendo saber com o que eu estava sonhando. Sorri de volta e te beijei. Estávamos de férias em Macau, e eu respondi que iria te mostrar com o que sonhava.




O professor

18 out

Ele era professor de inglês de ensino fundamental, nos conhecemos por termos amigos em comum. Um dia combinamos de assistir a um filme de terror juntos.
Não deu muito certo, o filme começou e ele não parou de me beijar. O clima foi esquentando quando não resisti e coloquei minha mão no pau dele. Estava duro e ficando melado.

Ele também colocou a mão por dentro da minha calça jeans e como a tempos eu não beijava ninguém, também estava molhada.
Isso o deixou louco de tesão, ele não queria saber de mais nada , apenas de tirar minha roupa. Tirou as calças dele e estava tirando as minhas quando pedi que colocasse camisinha.
Com as calças no meio das pernas levantei e fui em direção da porta, para trancá-la . Ele me seguiu e quando eu estava com a mão na chave ele me abaixou , me colocando na minha posição favorita quase de 4. Coloquei a mão no pau dele pra ter certeza que estava de camisinha, vendo que ele estava , comecei a me divertir sentido o pau dele entrar devagar na minha pepeka molhada . O medo das vizinhas escutarem nossos gritos de tesão, ou de alguém chegar fez com que eu gozasse muito rápido.
Mas ele continuou metendo aquele pau gostoso em mim, com tanta vontade, segurando em meus seios para entrar todo.
De repente ele soltou um grito agudo, parecia um animal . Me excitou de tal forma que não demorou e eu estava gozando novamente.

O Sonho

11 out

Eu estava matando um pouco da saudades que eu sentia de você, quando a conversa começou a esquentar e acabei descobrindo que você sentia desejo e tesão por mim.
A conversa foi tão excitante que fiquei super molhada. Não resisti, tive que brincar com a minha pepeca pra poder relaxar. Pouco depois sonhava com você.

Estávamos deitados na sua cama , eu de camisa e calcinha e você de short. Já havíamos dormido assim 3 dias e nada havia acontecido, confesso que eu estava meio decepcionada. Depois das conversas sobre o que faríamos se estivéssemos juntos novamente.

Estava muito quente, eu não conseguia dormir, no meio da noite o calor estava demais e eu não aguentei e tirei minha blusa. Você percebeu que algo estava acontecendo, eu voltei a deitar e você veio me abraçar, talvez pra me fazer relaxar.
Eu instintivamente coloquei sua mão no meu seio ( era assim que eu dormia com meu ex) , com isso seu corpo colou ao meu.
Você sentiu a minha pele macia e não aguentou começou a acariciá-la . Pude sentir seu pau começando a crescer dentro do short, não resisti, comecei a acariciá-lo por fora do short. Você não queria apenas tocar meu seios, você queria tudo .
Me virei para olhar seus olhos e ver se você estava tão excitado quanto eu.
Ao me virar não deu tempo de olhar , quando virei , você segurou com as duas mãos minha cabeça e me deu um beijo tão gostoso que me deixou molhada. Foi um beijo cheio de tesão , cheio de desejo, cheio de carinho.
Eu não aguentei, sentei em cima do seu pau, ainda de calcinha e você de short. Queria te provocar antes de realmente fazermos algo.

Continuamos a nos beijar, ambas as suas mãos estavam em meus seios e minha pepeca roçando no seu pau separados apenas por tecidos.
Não demorou e minha calcinha ficou ensopada e seu short também , o beijo estava delicioso, mas tanto eu como você queríamos descobrir a sensação dos seus lábios percorrendo todo meu corpo.

Você então beijou meu pescoço, me deixando ainda mais louca de tesão, descendo devagar para meus seios . As duas mãos segurando eles , você parou um pouco para olhá-los , a tempos tinhamos vontade de fazer isso . E então começou a lamber, chupar e sugar. Eu estava louca de tesão a essa hora, quase implorando pra sentir você dentro de mim.
Eu não aguentei, enquanto você se divertia com meus seios eu coloquei minha calcinha de lado, peguei seu pau que a essa hora estava tão molhado quanto minha pepeca e coloquei dentro de mim.

No início para ser um pouco má só a cabeça entrou, fiquei brincando um pouco com a cabeça e sem avisar sentei no seu pau , fazendo com que ele todo me preenchesse . Foi tão bom que eu tive que me controlar muito pra não gritar de tesão, afinal sua família toda estava dormindo.

Agora suas mãos estavam na minha bunda, segurando forte e gostoso , sua boca continuou hora na minha boca hora nos meus seios.

Eu não estava aguentando mais, eu iria gozar. Você me fitou e sorriu pensando que nossa brincadeira estava apenas começando.
Eu então deitei sobre seu peito e movimentei ainda mais rápido minha cintura . Enquanto eu te beijava você segurava na minha cintura com ambas as mãos, me fazendo parar enquanto você me penetrava ainda mais rápido. Você abafou meus gemidos de prazer e tesão com sua boca deliciosa.

Foi um orgasmo tão intenso que eu não conseguia mais me mover. Senti como se várias descargas elétricas estivessem passando por meu corpo . Então deitei ao seu lado para relaxar alguns minutos.

Você ainda não tinha tido um orgasmo e seu pau estava extremamente duro e melado. Você olhou pra mim e sorriu. Me deu um beijo delicioso e começou a descer por meu corpo, brincou , beijou, lambeu e sugou um seio e depois o outro. Continuou a descer, chegou na minha barriga e a beijou também . Confesso que a essa hora eu já estava louca de tesão novamente, pensando que eu queria novamente senti-lo me penetrando. Mas você não parou na minha barriga, continuou a descer até chegar a minha pepeca.

Ela já estava rosada e bem molhada da nossa brincadeira inicial , você parou, olhou e abriu os grandes lábios para melhor vê-la. Seu toque foi tão gostoso que novamente estava louca pra tê-lo. Como se lesse meus pensamentos você chegou próximo a ela e apenas respirou. O seu hálito, o ar quente me fez querer ver o que você estava fazendo, antes que eu conseguisse levantar pra ver você começou a lamber, nossa, que língua.

Parecia um macio pincel me acariciando. Eu fiquei imóvel absorvendo aquela sensação maravilhosa, você escutou meus gemidos de prazer e isso o excitou .
Você queria me escutar gemer mais , então começou a sugar meu clitores , nossa. Não tenho como descrever a sensação maravilhosa que senti. Mais uma vez você me deixou tão louca de tesão que acabei gozando enquanto você chupava com tesão minha pepeca. Você não queria parar de chupar e de tocá-la, mas se você não parasse eu não conseguiria relaxar para retribuir.

Fiz você deitar próximo a mim e a me beijar, não me importei com meu sabor em teus lábios, apenas te beijei com todo o tesão que eu sentia.

Seu pau já estava começando a relaxar e a encolher. Beijei um pouco mais a sua boca e resolvi fazer como você. Desci devagar para seu pescoço, beijando, respirando e até lambendo . Desci um pouco mais para seu peitoral, parando e brincando com seus mamilos, desci um pouco mais para sua barriga que sempre me deu muito tesão, para ser um pouco má eu beijei sua virilha, lambi entre sua perna e seu pau, lambi e suguei suas bolas e quando eu não aguentei mais lambi a cabeça do seu pau, bem devagar. Você estava um pouco impaciente, querendo colocar ele todo na minha boca, mas era a minha vez de me divertir, então com a ponta da minha língua lambi a cabeça do seu pau. Devagar comecei a descer da cabeça até as suas bolas, fiz esse caminho algumas vezes até seu pau ficar todo molhado. Então resolvi ser boazinha com você e coloquei a cabeça do seu pau toda dentro da minha boca, a sensação foi muito gostosa pra mim.

Comecei chupando delicadamente, e fui aumentando um pouco a força com que chupava seu pau. Aos poucos fui colocando ele todo na minha boca , até ele desaparecer todo, brinquei com suas bolas enquanto chupava . Você ficou extremamente excitado e me perguntou se podia gozar na minha boca, eu não parei de te chupar para responder, só chupei com ainda mais vontade. Você gozou e gemeu muito. Eu não senti o seu sabor porque acabei engolindo direto. Isso o excitou ainda mais. Você me puxou e me beijou. Esse beijo foi ainda mais gostoso.

Eu comecei a sentir fome, você tinha um frigobar no seu quarto com frutas e chantilly. Então para ser ainda mais divertido você colocou uma venda nos meus olhos e falou que passaria a fruta no meu corpo e depois me deixaria provar para tentar adivinhar qual fruta era.
A primeira foi morango, você passou o morango gelado ao redor dos meus seios , fazendo com que os bicos ficassem extremamente duros e depois colocou na minha boca para que eu mordesse. A sensação do morango gelado e da sua língua quente passando pelo mesmo caminho do morango foi deliciosa. Mas eu acertei, então você pegou um pêssego , dessa vez passou pela minha barriga, você estava começando a descer no meu corpo e a me deixar louca , quando colocou o pêssego na minha boca para que eu mordesse. Ao morder partes da fruta caiu sobre meu corpo e você muito esperto limpou com a boca.
Dessa vez eu não consegui adivinhar, então invertemos os papéis. Eu te vendei e agora era tua vez de adivinhar.
Mas eu quis mudar um pouco as regras,ao invés de adivinhar ao provar a fruta você teria que tentar adivinhar o sabor da fruta apenas lambendo meu corpo. Eu então passaria as frutas no meu corpo e você tinha que adivinhar que frutas eram. A primeira foi abacaxi que passei nos meus seios e você acertou, a segunda foi morango que passei na minha barriga e você também acertou, a terceira foi pêssego que passei na minha pepeca , você aproveitou bem essa parte, mesmo com os olhos vendados você fez um oral delicioso, pena que tínhamos que continuar a brincadeira.
Então passei uva ao redor e próximo ao meu bumbum e mandei você lamber pra descobrir qual fruta eu havia passado lá .
Você muito obediente começou a lamber, quando percebeu onde era lambeu com mais vontade ainda, passou a língua dentro , arrancando meus gemidos . Você lambeu com tanta vontade meu bumbum que eu não aguentei, pedi pra que você tirasse a venda e brincasse mais com ele. Você sorriu e começou a meter a língua, quase penetrando , lambendo ao redor, me deixando louca. Não demorou e eu lhe pedi que me penetrasse , você sorriu e disse que só depois que penetrasse minha pepeca na nossa posição favorita, de 4.

Eu já super excitada não brinquei, fiquei de 4 enquanto você parecia me admirar, olhando cada tatuagem que você não conhecia, beijando cada parte que você descobria, mais uma vez tive que segurar um gemido , era muito tesão estar com você. Foi então que senti uma mão na minha cintura e a outra eu podia imaginar que estava encaixando seu pau na minha pepeca encharcada . E eu estava certa. Logo senti seu pau entrando devagar na minha pepeca apertada e a outra mão no outro lado da cintura. Nossa só de lembrar me excita . Você começou um vai e vem dentro de mim a princípio devagar, mas conforme o seu pau foi entrando e saindo eu fui ficando um pouco impaciente, comecei a rebolar.
Nunca imaginei que você perderia o controle, mas pelo que percebi você havia perdido. Você soltou um gemido tão alto que a única coisa que eu consegui fazer foi ir mais rápido, sensação muito gostosa a de sentir tuas bolas batendo na minha pepeca. Seu gemido me excitou de tal forma que eu estava prestes a gozar .
E pelo que pude ver você também estava próximo , porque você se deitou sobre minhas costas e segurou nos meus seios para meter mais fundo e eu não parei de rebolar . Dessa vez seu gemido foi contido , mas seu corpo te denunciou, você começou a tremer e eu pude sentir seu líquido e o meu misturados e escorrendo por minhas pernas. Foi aí que eu gozei, enquanto seu corpo relaxava sobre o meu e eu rebolava com seu pau ainda duro dentro de mim. Meu orgasmo foi delicioso, mas eu ainda não estava satisfeita, eu queria mais.

Deitamos na sua cama um pouco cansados, você me abraçou por trás e pude sentir seu pau próximo ao meu bumbum, ainda super duro, me pedindo por mais. Pensei se deveria te provocar ou deixar você relaxar. Optei por uma terceira opção, eu estava tão molhada e úmida que meu bumbum também ficou molhado e lubrificado.

Você me falava o quanto eu havia mudado nesses três anos, o quanto meu corpo estava sexy agora, o quanto era gostoso poder provar cada centímetro, que nem percebeu o que eu estava fazendo com seu pau. Eu estava encaixando ele no meu bumbum e devagarzinho estava fazendo com que ele penetrasse nesse lugar tão apertado. Você sabia que eu gostava de fazer anal as vezes e sabia que eu havia feito apenas com homens que haviam sido importantes para mim. Então me perguntou se eu tinha certeza de que queria fazer com você, minha resposta foi colocar tuas mãos em meus seios e puxar tua cintura fazendo com que teu pau entrasse todo dentro do meu bumbum. Você beijou meu pescoço enquanto me penetrava devagar, carinhosamente. Eu comecei a me acostumar com seu pau grosso dentro de mim e comecei a acelerar um pouco o ritmo, coloquei sua mão no meu clitores, eu queria gozar com você dessa vez.
Sem perceber eu acelerei ainda mais o vai e vem, você mais uma vez começou a gemer alto e pude ver que não demoraria para gozar, você começou a mordiscar meu pescoço e foi minha vez de gemer alto.
Seus dedos me masturbando , seu pau me penetrando e agora sua boca me mordiscando foram demais pra mim, não aguentei e comecei a gemer diferente, meio que avisando que não daria para segurar mais , eu iria gozar .
Você percebendo isso falou próximo ao meu ouvido para gozarmos juntos e quando você terminou a frase sem combinarmos ou algo do tipo soltamos ambos um gemido de prazer, ambos cansados e felizes . Havíamos gozado juntos.

Sua cama estava uma bagunça , fomos tomar um banho, trocar a roupa de cama ( que estava completamente molhada de suor e dos nossos orgasmos) e deitarmos abraçados e nus. O resto dessas férias foram ainda melhores, provando coisas novas, descobrindo ainda mais nossos corpos e nos divertindo você de guia me mostrando sua cidade e seus costumes e eu aproveitando cada segundo tanto da cidade quanto do meu amigo que eu não via a um longo tempo.

Indiano

4 out

Nos conhecemos em um site de paquera. Adicionei ele no meu WhatsApp e começamos a conversar, ele queria sair a noite, mas eu iria resolver problemas do meu passaporte no dia seguinte , então sem chance. Combinamos um almoço para quinta ( estávamos na terça ) , o dia chegou e resolvi convidá-lo para meu restaurante favorito , que por sinal havia afastado todos os caras que eu havia levado lá , muito embora alguns fossem interessantes.

Ele chegou primeiro, o táxi havia voado hahahaha, não demorou muito e cheguei também. Ele era muito mais alto do que imaginava e bonito.
Cheguei e ele levantou pra me abraçar, gostei do carinho. Escolhemos uns drinks e o que iríamos almoçar . O drink chegou e eu fui tentando beber devagar minha margarita de morango, não queria ficar bêbada . A conversa fluiu super gostosa, depois ele pediu uma sangria, que estava deliciosa! Depois sex on the beach, um drink com baileys, e um shot de tequila. Não preciso dizer que fiquei super bêbada né, mas super relaxada também .
Então começamos a falar sobre massagem e ele disse que faria uma em mim. Nossa , ele pagou a conta ( que foi absurdamente cara , já que provamos o menu de drinks quase todo) não quis sequer dividir a conta e fomos pro meu quarto porque ele disse que faria massagem em mim.
Minha colega de quarto estava no quarto , mas após alguns minutos saiu e então ele começou a fazer a massagem por cima da minha roupa , disse que seria melhor se eu deitasse.

Deitei na minha cama e ele sentou sobre o meu bumbum. Se tem algo que me excita é sentar sobre meu bumbum, porque consigo sentir o pau crescendo , excitado.
Ele começou a fazer a massagem por cima da roupa, eu não falei nada, só o quanto ele era bom naquilo.
Ele começou a fazer massagem por dentro da minha blusa, abriu o meu sutiã . Eu não resisti quando ele começou a massagear e a beijar minhas costas. Meu bumbum começou a movimentar no ritmo da massagem, ele então beijou meu pescoço.
Não teve jeito , depois do beijo no pescoço eu virei e beijei a boca dele, ele tocou meus seios com as mãos, nossa que delicia foi sentir os dedos dele acariciando meu corpo.
Não demorou e ele tirou minha blusa e começou a mamar nos meus seios. A lembrança me excita!
Eu tirei a blusa dele e as calças , o pau já estava duro, ele começou a me masturbar para ter certeza que eu estaria molhada o suficiente. Eu beijei a boca dele enquanto o masturbava .
Perguntei se não teria camisinha, ele disse que não , lá fui eu atrás de camisinha nas caixas que eu ainda tinha no apartamento . Após achar a camisinha voltei pra cama e pro meu indiano.

Ele voltou a me beijar e a me tocar e eu fiz o mesmo. Estava com muito tesão, coloquei a camisinha nele e ele veio sobre mim .

Nossa como ele gemia gostoso, me tocando e me beijando. Não demorou nada e gozamos. Eu estava a 2 meses sem sexo e queria mais. Deixei ele relaxar um pouco, continuei a beijá-lo.
Toquei o pau dele e ele falou que precisava ir no banheiro tirar a camisinha , não demorou muito e voltou.
Deitou ao meu lado e eu não aguentei. Queria sentir o sabor do pau dele, lentamente beijei a barriga, ao redor do pau, as bolas até chegar a ele.
Lambi ele todinho e quando cheguei a cabeça comecei a sugar com tesão que estava .
Aos poucos o pau dele foi crescendo novamente, aquilo me excitou muito. E aí veio a surpresa, ele me puxou , me deitou na cama e começou a lamber e a sugar minha pepeca. Eu não estava preparada para uma tarde como essa, não estava lisinha como gosto de estar para essas situações. Mas ele não se importou, chupou, lambeu, até mordiscou e eu não aguentei.

Gozei na boca dele, ele gostou de sentir que havia me dado prazer . O pau dele estava ainda mais duro e pronto para brincarmos mais uma vez.
Coloquei a camisinha nele e dessa vez sentei no colo dele, aquele pau entrando bem devagar estava matando nós dois de tesão! Ele segurou na minha cintura e queria meter mais fundo e rápido.
Mas eu fui firme e fiz bem devagar, coloquei as mãos dele no meu bumbum e comecei a cavalgar um pouco mais rápido , me abaixei um pouco para que ele sentisse meus seios no rosto dele. Ele tentava mamar , mas eu tirava da boca dele . Beijei ele com muito tesão enquanto comecei a cavalgar mais rápido .

Eu não estava aguentando, queria gozar . Ele pareceu sentir a minha urgência e começou e segurar com mais vontade meu bumbum e a meter mais fundo, não aguentei, gemi alto , estava gozando.
Ele sorriu e me beijou, mas não parou de meter rápido e a segurar com vontade meu bumbum.
Foi então que mamando meus seios , metendo rápido e forte ele soltou um gemido gostoso. Não aguentei, o gemido dele me fez gozar mais.

Deitei sobre ele , relaxamos um pouco e voltamos a transar no banheiro. Quando estávamos nos vestindo minha colega de quarto apareceu. Saímos como se já nos conhecêssemos a um bom tempo de mãos dadas.
Fomos ao ponto de táxi , ele tinha que ir para o aeroporto. Me abraçou e me beijou como se eu fosse dele e como se logo voltaríamos a nos encontrar. Melhor transa em muito tempo!

Alemão parte 2

2 set

Na primeira vez que transamos foi estranho. Ele agiu como um garoto com medo de ter iniciativa . Fez um oral maravilhoso e me masturbou muito gostoso. Mas ao sentar no colo dele não demorou nada e ele gozou. Dessa vez porém foi diferente!!!

Ele chegou de viagem e veio ao meu quarto, metade das coisas dele estavam aqui. Abri e abracei ele. Continuava lindo. Conversamos como havia sido nossas ferias, almoçamos . Foi bem legal , assistimos seriado . Ele foi resolver uns problemas do quarto dele e combinamos de jantar a noite.
Jantamos e conhecemos novas pessoas , novos alunos e professores. Começamos a beber , primeiro vodka. Então começou o papo sexo. Quando havia sido a ultima vez que ele havia feito e depois ele me perguntou também . Foi engraçado. Começamos então a falar da vez em que fizemos. Como eu havia gostado do oral dele e de como ele me tocava gostoso, ele comentou que meu oral também era muito bom e foi aí que ele confessou de que a razão dele ter gozado rápido havia sido isso. Com o meu oral ele não conseguiu segurar. A má impressão de que eu havia tido dele não passou com essa conversa. Mas dessa vez eu não estava preocupada com sexo. Já estava levemente alta com o álcool e havia acabado de saber que estava no meu período menstrual. Somos amigos a um ano , mas ele não é namorado nem nada disso. Logo nem imaginei que rolaria de transarmos .

Comecei a provoca-lo, dizendo o quanto queria fazer oral nele, ele disse que queria fazer em mim também e eu disse que estava no meu período e que seria muito gostoso sentir a boca dele em meus seios. Tomamos tequila e a conversa continuou quente assim. Até que acabamos nossos drinks e fomos pro meu quarto, ele deitou na minha cama e as caras e bocas dele estavam me fazendo rir muito.

Tirei a calça dele e vi que ele já estava excitado , o pau dele era bem rosado, da cor de um camarão frito. O tamanho era muito bom pra chupar, parecia feito sob medida pra minha boca. Chupei com muita vontade e tesão . E a tempos eu não me dedicava tanto. Muito gostoso sentir ele na minha boca, os gemidos dele também me excitaram muito. Eu estava muito excitada. E de tempos em tempos ele meio que sentava e tocava meus seios com as mãos , aquilo me excitava muito. Não sei quanto tempo chupei o pau e as bolas dele.

Mas fiquei muito surpresa quando ele me puxou e me beijou dizendo o quanto me queria e o quanto queria sentir eu cavalgando nele. Fui no banheiro tirar o OB e voltei, beijei a boca dele e sentei no pau dele já com camisinha . Que delicia. Sensação deliciosa, como se lesse meus pensamentos ele começou a tocar meu clitoris enquanto eu cavalgava nele . O álcool , o toque ,o fato de eu estar no meu período , o beijo ou o fato dele mamar meus seios deliciosamente , não sei o que aconteceu, o que eu sei foi que tive meu primeiro orgasmo.

Ele percebeu e mudamos de posição , ele ficou por cima de mim, e continuamos a transar . Ele sempre me beijando e me deixando louca, não demorou e gozei novamente , ele continuou metendo fundo , as vezes mamando nos meus seios , a maior parte do tempo me beijando e metendo fundo. Então ele disse que iria gozar, aquilo me excitou tanto que gozei novamente só que dessa vez com ele. Ele relaxou em cima de mim. Me beijou, e após um tempo foi ao banheiro. Quando ele saiu eu tomei um banho rápido . Quando sai ele estava de cueca colocando o short, coloquei meu absorvente e uma camisola e deitei ao lado dele. Nós nos beijamos e ele disse que iria pro quarto tentar dormir um pouco. Me deu um ultimo beijo e foi. Eu liguei o ar condicionado e fui dormir também , afinal já eram quase 3h da manha .